O programa Recomeço é a grande bandeira do Conselho da Comunidade da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba – Órgão da Execução Penal, presidido pela Dra. Isabel Kugler Mendes. É o nosso norte, o que nos motiva a lutar por dignidade, trabalho e estudo em favor de mais de dez mil pessoas privadas de liberdade, familiares e egressos. O Recomeço expõe nossa luta constante por Direitos Humanos, oportunidade e o cumprimento ipsis litteris da Lei de Execução Penal (LEP).

O programa existe desde julho de 2013 e é reforçado a cada mês. Em pouco mais de três anos, realizamos mais de 50 doações para diferentes projetos de dez penitenciárias e delegacias de Polícia Civil de Curitiba. As intervenções do órgão sempre visam melhorar o atendimento ao preso em consonância com a aplicação da LEP e de resoluções internacionais que protegem o indivíduo privado de liberdade do esquecimento. Essas doações englobaram máquinas industriais de lavar e secar roupa, material de higiene pessoal, roupas, fraldas e enxovais de bebê, colchões e cobertores, cadeiras de rodas, macas hospitalares, máquinas de costura, câmeras de segurança e televisores de monitoramento, entre outros.

Em 2017, o programa reformou duas galerias inteiras da unidade feminina e já disponibilizou recursos para a reestruturação completa da portaria da maior unidade prisional do Estado, a PCE.

Nós patrocinamos projetos culturais, como o Arte no Cárcere, eventos esportivos e o retorno do egresso ao convívio familiar, com mais de 500 passagens desembolsadas apenas nesse último ano. E ainda viabilizamos a instalação da Unidade de Progressão, em Piraquara, levando ao estabelecimento uma das empresas que participam do projeto, além da contribuição para a restauração completa dos canteiros de trabalho e estudo. Doravante, estamos agilizando a reforma do único Hospital Penitenciário do Estado junto ao governo do Paraná, a ser concluída entre 2017 e 2018.

Através do programa Recomeço, o Conselho da Comunidade presta atendimento jurídico, profissionalizante e psicológico, diariamente, a dezenas de pessoas no Fórum de Execuções Penais de Curitiba. O órgão tem se firmado como um importante elo da sociedade civil para denúncias e informações sobre o sistema penitenciário da Comarca e de todo o Estado.

Com eixos de comunicação e articulação, o programa trabalha para fortalecer a cultura da paz e do respeito nas unidades, e hoje é referência na mediação de conflitos dentro das prisões paranaenses.

Assista:

Anúncios