378
Foto: Eriksson Denk

Os agentes públicos não são responsabilizados por torturas praticadas no sistema prisional brasileiro, aponta o relatório Tortura em Tempos de Encarceramento em Massa, elaborado pela Pastoral Carcerária Nacional. O documento conclui um estudo de 105 casos em 16 estados da federação, preparado ao longo dos últimos dois anos. As denúncias serão encaminhadas para os órgãos responsáveis: Executivo, Judiciário, Ministério Público e Defensoria Pública. (Ponte Jornalismo)

(http://ponte.org/tortura-tem-impunidade-plena-no-sistema-prisional-aponta-pastoral-carceraria/)

Violação dos Direitos Humanos assusta no Rio Grande do Sul. A falta de vagas no sistema carcerário gaúcho tem feito com que suspeitos detidos pela polícia sejam mantidos por dias dentro de viaturas da Brigada Militar. (G1 RS e Zero Hora)

(http://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/2016/10/presos-esperam-dentro-de-viaturas-da-pm-por-vagas-em-presidios-no-rs.html)

(http://zh.clicrbs.com.br/rs/noticias/policia/noticia/2016/10/com-celas-lotadas-delegacias-de-porto-alegre-tem-novos-presos-em-viaturas-7871895.html)

Propina para a liberação irregular de presos e favores sexuais como moeda de pagamento? (Estadão)

(http://brasil.estadao.com.br/noticias/geral,presos-eram-liberados-em-troca-de-propina-e-favores-sexuais-em-go,10000083081)

Anúncios